• Como Converter Discos FAT em NTFS

    Como Converter Discos FAT em NTFS

     Tabela de Alocação de Arquivos (FAT)

    Sistema de arquivos usado pelo MS-DOS e outros sistemas operacionais baseados em Windows para organizar e gerenciar arquivos. A FAT (tabela de alocação de arquivos) é uma estrutura de dados que o Windows cria quando você formata um volume usando os sistemas de arquivos FAT ou FAT32. O Windows armazena as informações sobre cada arquivo no FAT para poder recuperá-lo mais tarde.

    FAT32

    Derivativo do sistema de arquivos FAT (tabela de alocação de arquivos). O FAT32 suporta tamanhos de cluster menores e volumes maiores que a FAT, o que resulta na alocação de espaço mais eficiente em volumes FAT32.

    Sistema de Arquivos NTFS

    Sistema de arquivos avançado que fornece desempenho, segurança, confiabilidade e recursos avançados que não são encontrados em nenhuma versão de FAT. Por exemplo, o NTFS garante a consistência de volume usando um log de transações padrão e técnicas de recuperação. Se um sistema falhar, o NTFS usará as informações de seu arquivo de log e de pontos de verificação para restaurar a consistência do sistema de arquivos. No Windows 2000 e no Windows XP, o NTFS também fornece recursos avançados, como permissões de arquivo e de pasta, criptografia, cotas de disco e compactação.

    Escolhendo entre NTFS, FAT e FAT32.

    É possível escolher entre três sistemas de arquivo para partições de disco em um computador operando com o Windows XP: NTFS, FAT e FAT32. O NTFS é o sistema de arquivos recomendado porque é mais potente que a FAT ou FAT32 e inclui recursos necessários para hospedagem do Active Directory, além de outros recursos importantes de segurança. Você só pode usar recursos como o Active Directory e segurança baseada em domínio se escolher o NTFS como seu sistema de arquivos.

    Convertendo para NTFS com o Programa de Instalação

    O programa de Instalação facilita a conversão da partição para a nova versão do NTFS, mesmo que se tenha utilizado FAT ou FAT32 anteriormente. Esse tipo de conversão mantém seus arquivos intactos (diferente do que ocorre ao se formatar uma partição).

    A Instalação começa verificando o sistema de arquivos existente. Se for NTFS, a conversão é desnecessária. Se for FAT ou FAT32, a Instalação lhe dá a escolha de converter para NTFS. Se você não precisar manter seus arquivos intactos e o disco rígido possuir uma partição FAT ou FAT32, recomenda-se a formatação da partição com NTFS em vez de converter de FAT ou FAT32. (Formatar uma partição apaga todos os dados nela e permite iniciar novamente com uma unidade limpa.) Todavia, ainda é vantajoso utilizar o NTFS, a despeito de a partição ter sido formatada com NTFS ou convertida.

    Convertendo para NTFS com o Convert.exe

    Uma partição também pode ser convertida após a Instalação, utilizando-se o Convert.exe. Para mais informações sobre o Convert.exe, após concluir a Instalação, clique em Iniciar, Executar, digite cmd e pressione ENTER. Na janela de comando, digite help convert e depois pressione ENTER.

    É fácil converter partições para NTFS. O programa de Instalação facilita a conversão, independentemente de as partições utilizarem FAT, FAT32 ou a versão anterior do NTFS. Esse tipo de conversão mantém seus arquivos intactos (diferente do que ocorre ao se formatar uma partição).

     

    Após completar a Instalação, clique em Iniciar, em Executar, digite cmd e pressione ENTER.
    Na janela de comando, digite help convert e pressione ENTER. As informações sobre conversão de volumes FAT em NTFS são disponibilizadas como mostrado abaixo.

     

    Para converter um volume em NTFS a partir do prompt de comando

    1. Abra o Prompt de Comando. (Clique em Iniciar, vá em Todos os programas, depois Acessórios e clique em Prompt de Comando.)
    2. Na janela de prompt de comando, digite: convert drive_letter: /fs:ntfs

    Por exemplo, se você digitar convert D: /fs:ntfs a unidade D: seria formatada com o formato ntfs. Você pode converter volumes FAT ou FAT32 em NTFS com esse comando. Importante Uma vez que uma unidade ou partição foi convertida em NTFS, não é possível simplesmente convertê-la de volta para FAT ou FAT32. Será preciso reformatar a unidade ou partição, o que apagará todos os dados dessa partição, incluindo programas e arquivos pessoais.


  • How to make a partition on external storage read-only? And revert to normal?

    1. Switch off “automount” by running mountvol.exe /N
    2. Connect disk to Windows (do not mount the disk)
    3. Run diskpart
      1. Enter list volume
      2. Enter select volume X
        (where X is the correct volume number from the previous command)
      3. Enter att vol set readonly
      4. Enter detail vol and ensure the read-only bit is set

    Now you can mount the volume and it will be read-only.

    To re-enable automatic mounting of new volumes, run mountvol.exe /E.

    To remove the read-only flag, select the volume in diskpart and in step 3.3 enter att vol clear readonly.


  • Trocar idioma Windows Single Language

    Veja a dica em:

    http://www.mswiki.com.br/windows-8-1-single-language-alterando-idioma/

     


  • O Google comprou uma Moto-encrenca

    Esqueça o discurso do Google sobre como a aquisição da Motorola vai ajudar a dar uma supercarga no Android. A compra será um baita problema para a companhia.

    De acordo com o posicionamento oficial, o principal motivo para a decisão foi o vasto portfólio de patentes ligadas à telefonia móvel da Motorola Mobility. Cada vez mais acuado por Apple e Microsoft, que acusam fabricantes do Android de ferir propriedade intelectual, o Google precisava se defender de alguma maneira. Os processos judiciais multiplicam-se e podem ser exigidas licenças de quem produz os celulares com o sistema operacional.

    Para Florian Muller, especialista em patentes e autor do blog FOSS Patents, o argumento não faz o menor sentido. Em um post publicado nesta segunda-feira (15), ele afirma que a Motorola já está em confronto litigioso contra a Apple e a Microsoft. Os processos ainda estão em andamento, mas, até o momento, a Motorola não foi capaz de superar as rivais no número de patentes que diz terem sido copiadas. Isso significa que, nos dois casos, há grande probabilidade de um futuro acordo judicial ser desfavorável para a Motorola.

    O que, então, o Google deseja? É bem provável que tenha decidido adquirir um fabricante de hardware para fornecer aparelhos com maior integração com o software. Seria uma maneira de copiar o modelo adotado pela Apple e, ao mesmo tempo, manter aberta a possibilidade para que outros fabricantes também produzam smartphones com Android. Só que a Samsung, a HTC e a LG não vão gostar nem um pouco disso.

    De parceiro, o Google tornou-se um concorrente delas. Embora diga que a operação da Motorola será independente, é lógico que haverá comunicação intensa entre os executivos. É natural. Ninguém compra uma empresa e depois a coloca dentro de uma bolha. Existirá um cuidado todo especial com telefones produzidos ali, para que a experiência seja a melhor possível. Afinal, agora o nome do Google estará associado aos produtos, e não vai adiantar nada dizer que são empresas diferentes. Samsung, HTC e LG ficaram em segundo plano.

    De uma hora para a outra, o Google jogou as três no colo da Microsoft. O Windows Phone 7.5 já estava no mapa delas, mas sem dúvida será analisado com mais carinho. A Nokia terá mais concorrência do que espera, o que é bom para Bill Gates. Como haverá mais variedade de aparelhos e mais marketing no sistema da Microsoft, isso poderá impulsionar o crescimento de uma terceira força no mundo dos smartphones. Ninguém quer virar refém de um concorrente.

    Os problemas não terminam aí. A Motorola quase faliu poucos anos atrás. Só conseguiu um pouco de tempo para respirar por causa do Android. Mesmo assim, as coisas não estão boas. Dentre os principais fabricantes de celulares com o sistema do Google, foi a única empresa cuja participação no mercado diminuiu no segundo trimestre do ano, segundo o Gartner. Sem contar que o Google não tem a menor experiência em produção em larga escala e em lidar com consumidores.

    Quem mais ganha com essa história toda é a própria Motorola. Não é de se espantar que eles tenham tentado dar uma pressionada para que a venda acontecesse. Nas últimas semanas, a companhia chegou a dizer que estava pronta para aderir ao Windows Phone e também ameaçou processar os outros fabricantes de Android, por violação de patente. Coisa fina.


  • O Google comprou uma Moto-encrenca


Content Protected Using Blog Protector By: PcDrome.